segunda-feira, 19 de novembro de 2012

Pensamentos Obsessivos!

Boaa noite!

         Hoje resolvi postar sobre umas coisas que não me saem da cabeça. No último episódio que eu considero uma crise de ansiedade de verdade, já faz um tempo... eu tive um fluxo enorme de pensamentos ansiosos, insistentes e ruins. Esses pensamentos voltaram há mais ou menos 2 meses e ficam indo e voltando, o que afeta consideravelmente minha qualidade de vida. Me sinto incapaz de controlá-los e pensar neles me deixa angustiada e triste como se eu não tivesse controle sobre minha cabeça. Imaginar que não consigo controlar o que penso já me leva a pensar outras coisas e assim por diante. Está instalado o caos! Um fluxo enorme de ideias que cansam qualquer um!

         Depois de ler alguns livros e algumas páginas de internet, descobri que são pensamentos obsessivos, que associados as manias, geram os TOC's (transtornos obsessivos compulsivos). Gostaria de falar aqui sobre esses pensamentos, mas não no que tange ao TOC, e sim à TAG (transtorno de ansiedade generalizada). Quero compartilhar o assunto por que pra mim até o momento, conhecer o problema sempre me ajudou muito. Como vocês sabem, eu não sou nenhuma especialista no assunto, apenas uma portadora do problema, então vou citar aqui as várias coisas que andei lendo.

    "Obsessões ou pensamentos obsessivos são idéias recorrentes/repetitivas, intrusivas/invasivas, geralmente de conteúdo aversivo/repugnante/negativo, que invadem a consciência da pessoa e produzem ansiedade, angústia, sentimento de culpa, medo e desespero."
   
      Esses pensamentos causam medo e fazem com que você se esforce para não pensar neles. Esse esforço faz com que seu foco seja "esquecer o pensamento" e vira um ciclo vicioso.

Pensamento> Medo (Do pensamento) > Foco em tentar esquecer > Medo (Não conseguir tirar o pensamento da cabeça) > Pensamento.

        "Uma característica importante é que as obsessões tendem a piorar muito com o estado de ansiedade, ou seja, se a pessoa estiver sob estresse, ela pode ter mais pensamentos obsessivos do que em períodos mais amenos. Como a própria obsessão gera estresse, isto provoca uma reação em casacata que culmina num ciclo vicioso em que obsessões são capazes de gerar mais obsessões.

O pensamento obsessivo é erroneamente confundido com TOC, Transtorno Obsessivo Compulsivo, transtorno em que pensamentos obsessivos são uma característica central."

          Só para ficar mais claro listei alguns tipos de pensamentos que podem surgir:
  • Idéias de algo de ruim ou catastrófico poderá ocorrer a alguém da família ou a pessoa próxima (acidente, assalto, sequestro, morte, etc)
  • Medo de atitudes por impulso como atirar o bebê pela janela, atropelar alguém etc.;
  • Idéias de dúvida, gerando a necessidade de verificação ou confirmação (será que fechei a porta? Será que deliguei o gás? Será que a pessoa me deu a informação correta? Será que li certo?)
  • Pensamentos de blasfemia como cenas de conteúdo sexual com santos;

" Esses tipos de pensamentos deixam a pessoa chocada e são acompanhadas de grande aflição. Elas interpretam sua presença como indicativa de existir algum risco de algum dia vir a praticá-las e tenta, sem sucesso, afastá-las da mente. Passa ainda a vigiar os próprios pensamentos, e, paradoxalmente quanto mais tenta afastá-los ou quanto mais importância der à sua presença, mais intensos eles se tornarão. " 

       Espero ter ajudado esclarecendo algumas coisas! Não sei quais os tipos de pensamentos obsessivos que cada um de nós pode ter, mas espero que tenha dado pra entender como funciona. Precisamos parar de temer esses pensamentos e viver no presente. Nós muitas vezes acreditamos que por não conseguir controlar nossos pensamentos e emoções, não conseguimos controlar nossas atitudes, mas não é verdade. Só o fato de termos medo disso, já mostra que é algo que não queremos e nós estamos no controle!


       Por hoje é só! 

       Beijos e fiquem com Deus!

63 comentários:

  1. Seus textos me ajudaram a tentar entender o que estou passando. Não pare! Abraços, Luciana.

    ResponderExcluir
  2. Luciana, obrigada! Continuarei escrevendo! Se quiser compartilhar algo, fique à vontade!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Por favor vamos se falar por email,preciso conversar.....jonas_souzza@live.com

      Excluir
    2. ola muito obrigada adorei seu texto não nos esqueça nesse momento após ler me sinto até melhor muito agradecida mesmo bjs fique com Deus,meu abraça pra ti!

      Excluir
  3. incrivél,como pode,passo exatamente por isso,não queria admitir mas estou realmente com poblema de ansiedade,é horrivél,chego a sentir dores por todo o corpo,tenho pesadelos,não consigo dormir direito,bem esclarecedor,quero ser curada

    ResponderExcluir
  4. Adorei o texto, fez meu coração ficar mais confortado. Eu penso tanto em coisas que não quero que acabo achando que há risco disso acontecer porque não sai da minha cabeça, e isso me deixa louco. Mas como você disse, se eu tenho medo, é porque não quero isso pra mim, então preciso - com a ajuda de terapia - tentar assumir o controle da minha mente.

    ResponderExcluir
  5. Meu psiquiatra me disse que quando o pensamento ruim vier eu posso pensar o quanto der nele..que isso não faz com que ele vá acontecer. Se você deixar o pensamento vir, sem medo..verá que logo logo ele irá embora, pois o que faz com que ele seja duradouro é nosso medo.

    ResponderExcluir
  6. Aceitei o pensamento que estava afligindo minha cabeça..logo meu'' eu'' disse..''Oi?Não é bem assim''
    e simplesmente senti um alivio..senti o pensamento me abandonando..
    O lance é esse mesmo..aceitar o pensamento

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Passo por isso o que fazeR? Parece que eu nao tenho controle nos meu pensamenTos e de xingamento, coisas obsenas e pensamentos neagtivos coisas ruins me ajudem, as vezes fico livre e s vezes vem nao sei o q faco.

      Excluir
    2. O que precisamos fazer é parar de temer o pensamento. Todas as pessoas pensam em coisas ruins e obscenas em algum momento. A diferença é que elas não dão importância ao pensamento, então ele vem e passa!! Meu psiquiatra disse: pense o quando "quiser", o quanto sua cabeça "quiser". Isso não faz com o que o pensamento seja reflexo do que você quer ou deseja fazer.

      Excluir
  7. Coisa ruim pra gente que tem isso, é o povo ficar falando que quanto mais pensamos, mais atraimos. Imagina o meu desespero e minha culpa!!!!! Isso só piora.

    ResponderExcluir
  8. Olá! Que bom que achei teu blog.

    Tenho TAG, mudei completamente minha vida por causa dela. Eu era estudante, morava em outra cidade, precisei parar os estudos e voltar para o seio do lar. Tenho 26 anos, minha vida profissional: indefinida, dependo dos meus pais e não me sinto segura para sair de casa novamente.

    Teu post me foi confortante. Tenho tido pensamentos horriveis, com pessoas que eu amo. Pensamentos como "qual seria a sensação de matar as pessoas que mais amo na vida: minha mãe ou meu pai". Estou escrevendo aos prantos porque para mim este tipo de pensamento é hediondo, inaceitável, vergonhoso, repulsivo e eu não poderia de forma alguma tê-los, principalmente por se tratar de pessoas por quem eu arriscaria minha vida.

    À noite eles me vem à cabeça, eu fico com tanto medo que preciso acordar minha mãe e pedir para que fique do meu lado e não me deixe sozinha, para me sentir segura, sem propensão à praticar tal insanidade. Não comento que é por pensar em como seria a morte dela, claro, nem tenho coragem. Invento que estou tendo pensamentos ruins como suicídio. Sempre tive medo de executar isso por estar ficando louca. Achei que nunca fosse conseguir dominar estes pensamentos que tem sido constantes, mas teu post me confortou demais, sei que tudo isso é mais uma obra da TAG.

    Obrigada pelo post esclarecedor e a todos que o comentaram, também me confortaram bastante.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá, não sei teu nome, mas o que você falou me sensibilizou muito, pois lembrei do que já passei e dos horrores que se passam na nossa cabeça. Fiquei muito feliz de ter ajudado um pouquinho a te confortar e acalmar essa angústia constante.

      O pensamento não é reflexo do que queremos de fato fazer ou que faremos. O teu medo só prova o quanto você não quer que isso aconteça. Não fique sofrendo com isso. A ansiedade não te levar a perder a cabeça e fazer coisas desse tipo por impulso.

      Eu costumava ter medo de ficar perto da janela de casa, pois achava que podia enlouquecer, perder o controle e me jogar ou algo do tipo. Mas eu comando meu corpo e eu decido o que fazer!

      O pensamento passar pela cabeça, qualquer que seja o tipo dele, é a coisa mais normal do mundo. O problema é que estamos supervalorizando esses pensamento e por isso eles não saem da nossa cabeça!

      Excluir
    2. Também tive esses pensamentos principalmente à noite e dar até taquicardia e sudorese. Não se sinta só é tudo obra da TAG, pois também tenho isso e já tive sindrome fo pânico. Hj graças a Deus estou bem controlada nos meus pensamentos, mas sei que tenho isso e que qqer momento pode atacar de novo. Fica com Deus eu sempre me pego à ele.

      Excluir
    3. Nossa! Foi muito bom ler esse comentário acima, pois às vezes tenho a impressão q vou fazer algo com minha filha! É apavorante esse pensamento! Achei q estava enloquecendo! Ass: Flor

      Excluir
  9. A questão é que esses pensamentos, por serem repetitivos, podem ser avisos que a mente usa para fechar "gestalts". O ideal é saber os fatores que iniciaram a repetição dos pensamentos.

    ResponderExcluir
  10. legal tambem tenho isso a uns 4 meses, e achei interessante este comentario, alem disso, gosto de florais de bach para ajudar nas emoçoes.

    ResponderExcluir
  11. Passo pela mesma coisa com pensamentos horríveis, faço terapia e a minha psicóloga esta me ajudando a aceitar o pensamento, ela falou quando o pensamento vir se aquilo não esta de acordo com meus valores deixar ele embora, pois todos nos temos pensamentos ruins, e com isso está me ajudando muito, aceito o pensamento e deixo ele ir embora, pois não sou assim, é a gente que tem o controle não o pensamento, e sempre substituo por um pensamento positivo, no meu caso penso em Deus.

    ResponderExcluir
  12. Olá, muito obrigada pela matéria. Me ajudou bastante. Beijos!

    ResponderExcluir
  13. eu já percebi isso é só ~m ter medo, mas as vezes eu fico pensando e se de tanto eu pensar nisso e se eu passar a entende-lo como normal. eu tenho medo dos pensamentos e tenho medo de me acostumar e acha-los normais. tem dias que penso que vou ficar louca, a minha mente fica tão cansada
    é um horror

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu também tinha esse medo. Eu ficava pensando que enquanto eu tivesse medo era por que eu não queria que acontecesse, então se eu parasse de ter medo, eu estaria achando normal demais. Então eu tinha medo até de não ter mais medo! ahahahha

      Tô rindo agora por que é muito interessante como nossa cabeça funciona e você acaba criando diversas situações que são irreais. Lembro que quando eu tinha medo de que eu pudesse fazer algo horrível eu só queria me abraçar com alguém daqui (minha mãe, meus irmãos...) Eu queria me sentir segura!

      Hoje eu consigo parar e perceber que eu sou a dona do meu corpo e que minha mente não é minha inimiga. Sei exatamente como é a sensação de cansaço. Você fica esgotada de tanto pensar... é um fluxo ininterrupto de pensamentos. E acredite em mim... você não vai achar normal fazer coisas que não condizem com sua personalidade, ética, senso de certo e errado. Você apenas não vai se importar mais com o pensamento!

      Excluir
    2. Cara, eu tb tive isso. Eu achava q ia ficar louca, então li que pessoas loucas n tem medo de ficarem loucas, pq elas n sabem q estao loucas, vivem outta realidade. Isso me acalmou por 5 min, logo depois fiquei pensando " e se eu perder o medo e ficar louca? E se eu esquecer e estar louca de vdd?" Gente... n sei como minha cabeça criou aquilo...

      Excluir
  14. Boa noite meu nome é Luciana e assim como todos que já comentaram aqui tenho o mesmo problema de pensamentos obsessivos antes esses pensamentos me atormentavam muito mais eram pensamentos terríveis que não tenho nem coragem de dizer quais eram mas hoje eles me atormentam mais por medo de perda, tenho uma irmã e moramos só eu e ela em uma casa e sou muito apegada a ela e esses pensamentos vem mais com ela que algo de ruim vai acontecer com ela quando sai de casa que vou perdê-la por doenças terminais principalmente por que ela tem tido sonhos que indicam problemas de saúde e perdas parece pressentimentos premonições antes eles me assustavam mais por que não sabia o que era mas agora que sei o que é estou podendo enfrenta-los melhor, quando eles vem ainda sinto muito medo mas quando lembro que é uma doença me sinto mias aliviada e porque também com a ajuda desse blog pude ver que não é só eu que sofre desse mal outras pessoas também sofrem e por isso que esse blog esta me ajudando muito a entender melhor essa doença da mente continue assim beijos Luciana.

    ResponderExcluir
  15. Oi eu acho que tenhos esses tais pensamentos....tudo comecou a dois anos atras qnd sofri um assalto.... Depois disso minha vida ficou de pernas, para o ar sou noiva de uma pessoa a 5 anos e eu o amo demais soh que de uns tempos para ca fico pensando em outros caras como se fosee trai-lo se a pessoa faz parte do meu dia a dia ai q eu penso mesmo isso me faz sofree muito porque eu bomino a traicao e nunc a teria coragem de trair ele e tenho muito medo de perdelo minha cabeca fica dizendo q eu gosto de outros caras entrei em depressao pesso para deus me livrar desses tais pensamentos...como eles nao vao embora eu fico ate brava com Deus isso me faz mto mal... Quem sou eu pra te raiva Deus....ai ja acho q deus nao me ama q sou uma esquecida do mundo que Deus nao qr permetir que eu fique com meu noivo.... E tenho muito medo desses pensamnetos nao srr essa doenca mas ser de mim mesno....soh queria voltar a ser feliz com meu noivo e acreditar na vida novamente....sinto muita vontade de me matar porq sinto que nao vou suportar tais pensamentos pra que viver?! Se alguem quiser conversar giovanamil@hotmail.com as vezes eu me pergunto sera que eu amo Deus??? Sera q amo meu noivo???? Isso me machuca muto sofro demais e como aceitar tais pensamentos tao repugnantes me odeio.

    ResponderExcluir
  16. Ola galera!! Estou passando por isso tambem a 1 mês, tomei a liberdade de comentar otimo texto da Luciana pois por incrível que pareça e falando do assunto que conseguimos sentir mais aliviados. A melhor forma de conseguirmos eliminar os efeitos dos pensamentos negativos e não criar barreiras em nossa cabeça para eles, pois se você faz força para não pensar neles mais forças eles criam. Pois se agente meditar eu não quero pensar nisso cria uma barreira e o pensamento so fica ali. Eu sei o quanto e doloroso pensar algo que nos causa desconforto, mas a melhor terapia e deixar eles virem que ai eles vão perdendo força. Se você tem medos dos pensamentos e porque você nao quer para sua vida.
    Ex: se você pensar que vai ganhar na loteria, vc logo logo vai esquecer que pensou nisso. Pois ninguem tem medo de ficar rico. Agora se vim em sua cabeça que você e um psicopata, louco etc... Isso gera medo, ai vira um circulo vicioso, você começa a lembrar do passado algo que te "faca" achar que realmente e louco. Ai pronto a neura fica estalado. Você sabe que nao e nada que passa na sua cabeça mas os pensamentos nao te deixam em paz. Não sou especialista no assunto e como já falei tem um mês que estou passando porisso. E a melhor forma de terapia para mim e não lutar contra os maus pensamentos. Pois todo mundo os tem a importancia das emoções que agente da para eles eo que faz com que ele nos torturas.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi gostei de seu comentário tem watzap para eu esclarecer algumas dúvidas?

      Excluir
  17. Este comentário foi removido por um administrador do blog.

    ResponderExcluir
  18. Também tenho Tag e tive sindrome do pânico. Também de vez em quando surge esses tipos de pensamentos absurdos. Lendo esses posts, me senti mais aliviada em saber que existe wue paasa o mesmo problema. É bom dividirmos essas experiências, pois só quem passa é que sabe o que sentimos. Acho que está tudo ligado ao transtorno de ansiedade e que nodo cérebro paasa a funcionar dando esses gatilhos como fosse una reação de fuga. Procuro desviar os pensamentos com outros e semore lembro de Deus e isso ajuda muito. Já acabei me acostumando e também consegui controlar a síndrome do pânico. Leio muito os artigos na internet e foi uma forma de conhecer me melhor e saber que não sou a única nesse mundo quem tem isso. A uns 10 anos atrás tive sindrome do pânico e nem sabia que existia e graças a Internet pude conhecer melhor esse transtorno e saber que várias pessoas são acometidas. Um abraco a tofisce estamos juntos nesse barco.

    ResponderExcluir
  19. Boa tarde Pessoal.

    Consultando diversos assuntos na net ontem a noite encontrei esse blog, e lendo algumas coisas achei super interessante.
    Não é que queremos que outras pessoas sofram com tudo isso, mas TAG só quem tem para saber o quanto é horrível e saber que existem pessoas que também possuem nos dá de certa forma tranquilidade em saber que não somos "loucos".
    Espero poder compartilhar, ajudar e aprender com todos vcs.
    Principalmente com vc NANA a do blog pela qual me identifiquei muito.

    Fiquem com Deus.

    ResponderExcluir
  20. Nana, parabéns pela sua iniciativa e pelos depoimentos sinceros.
    Classifico os pensamentos como produtivos e improdutivos.
    A crença adquirida desde a infância pode gerar muito sofrimento para aqueles que tem pensamentos diferentes. A mente é livre para pensar o que quiser. Ninguém é pior ou vai pro "inferno" por seus pensamentos. Já diz o ditado popular: de boa intensão "bons pensamentos" o inferno está cheio. eee O que realmente importa são as ações. Prefiro viver ao lado de quem tem pesamentos "ruins" para comigo e me trata bem, com respeito e afeto, do que viver com alguém que pense mil e umas maravilhas para comigo e não ponha em ação nenhuma delas. Outra dica importante é parar de julgar e se comparar com as pessoas. Siga sua própria natureza e busque viver melhor todos os dias.
    Sucesso para todos!
    William

    ResponderExcluir
  21. Olá, pessoal! Nossa, estou muito feliz por ter encontrado essa postagem. É muito reconfortante saber que outras pessoas passam pela mesma situação que eu. Comecei a ter pensamentos obsessivos há dois anos e meio, no início de 2012. Desde então, passo por altos e baixos e, agora, já consigo lidar melhor com os pensamentos repetitivos.
    Inicialmente, me surgiu um pensamento terrível de que eu queria que meu namorado morresse. Senti muito, muito medo, repulsa e vergonha, e passei a tentar repelir o pensamento a todo o custo. O problema é que, quanto mais eu me esforçava para evitar o pensamento, mais pensamentos ruins eu tinha. Sempre amei muito o meu namorado, então tais pensamentos me traziam um sofrimento intenso. Depois, como a colega acima falou, comecei a ter pensamentos repetitivos relacionados a traição, e minha mente depreciava meu namorado a todo o momento. Eu tinha muito medo de um dia perder o controle e acabar o machucando de alguma forma. Se eu via uma faca, por exemplo, imediatamente me vinha à mente o pensamento de que eu queria pegar aquela faca e matar o meu namorado. Acho que não preciso dizer, mas é claro que nenhum desses pensamentos representava minha vontade. Era como se esses pensamentos estivessem sendo colocados na minha cabeça por outra pessoa... Fiz tratamento com antidepressivo e melhorei um pouco. Hoje faço apenas terapia, que me ajuda muito. A minha psicóloga diz que não tem problema pensar alguma coisa. Que pensar não significa querer, e que esses pensamentos obsessivos não são, de maneira alguma, literais. Não representam a nossa vontade, são apenas uma maneira pela qual a nossa ansiedade se manifesta. Não tem problema pensar. Temos total noção da realidade e total controle das nossas ações. Fora da nossa cabeça, tudo está bem.
    Força, amigos! Aos poucos vamos conseguindo lidar melhor com os pensamentos repetitivos. O primeiro passo é aceitá-los e entender que eles não representam a nossa vontade.

    ResponderExcluir
  22. Achei muito legal , pensava que era a unica pessoa no mundo que sofria desde Mal , so quem passa sabe , as pessoas as vezes pensa que é frescura , que podemos controlar sim mais é mentira ! eu tenho pensamentos Horriveis , a respeito da minha familia , e como se minha mente ja vise o futuro eu na cadeia essas coisas , é horrivel

    ResponderExcluir
  23. Gente eu tbm tenho esses pensamentos obsessivos, e desde entao eu tava conseguindo me conter, mas entao começou do nada a vir na minha cabeça que eu nao amo mais meu namorado, e sinto que isso nao é verdade, pois amo ficar com ele, e ele mora longe e no fim do ano ele vem pra minha cidade, e nao tive a reaçao que esperava por causa desse pensamento de que nao o amo mais.. e um tempinho pra cá eu n estava tendo medo mais desses pensamentos, e por nao ter mais medo deles, achei que estava me acostumando com eles, entao comecei a forçar ter medo, isso esta sendo horrivel, alguem me ajuda por favor, o que devo fazer?

    ResponderExcluir
  24. fiquei feliz por seu Blog parabéns ajudou muito

    ResponderExcluir
  25. Estou passando por uma situação difícil também, há mais ou menos 3 semanas me veio um pensamento em forma de imagem de uma pessoa que conheço levando um tiro, justo uma pessoa que já me magoou, e isso me fez sofrer bastante pois deu a impressão que eu estava desejando aquilo sendo que foi um pensamento involuntário, ou seja: fiquei dias com essa imagem na cabeça sofrendo muito e me sentindo muito culpada, agora fico associando tudo a essa imagem, por exemplo: vejo alguém fazendo alguma coisa errada e penso "será que eu desejaria isso pra essa pessoa?"sendo que nunca desejei isso a ninguém, o pensamento vem de forma automática :(( é muito triste, me sinto muito mal, minha imaginação fica indo longe demais, até com pessoas que gosto... Você acha que isso se encaixa no seu texto? Só sei que é uma coisa que não quero mais pensar... De certa forma estou até melhorando, embora me faça sofrer, estou tentando aceitar, obrigada!

    ResponderExcluir
  26. Esses pensamentos começaram a me atormentar em 2013 passou um tempo desapareceram ai reapareceram em 2014 ai passou alguns meses eles sumiram novamente ai este ano quando retornei das ferias a escola eles voltaram com mais força e me prejudicam muito me dão frio na barriga medo tristeza as vezes não consigo dormir repito a mesma coisa de 2 a 3 vezes não sei mais o que fazer uns dias atras parei de sentir medo ai achei estranho pq não estava sentindo medo fiquei com medo de estar achando que estava normal aqueles pensamentos pra mim agora voltou o medo novamente não sei mais o que fazer

    ResponderExcluir
  27. Olá! Muito bom ler teus relatos!
    Tenho transtorno de ansiedades e até tenho uma doença crônica na pele, chamada psoríase, que dá em pessoa com aniedade que tenha propensão a ela.
    Estou há quase 5 meses com pensamentos constantemente ruins.A todo momento estão rondando a minha cabeça e sinto que agora está se ampliando. O que antes tinha (e tem) um foco central, agora está aos poucos indo para outros assuntos.
    Acompanho no psicólogo com hipnose clínica e também com psiquiatra. Ambos relacionaram isso ao TOC. Sou uma pessoa bem esforçada, e preocupada, e já tive dois eventos de TOC, como beijar minhas folhas de resumo antes de provas ou escrever POA-Paris-POA todos os dias quando minha irmã pensou ir para Paris, no sentido de "ela vai, mas vai voltar"... desses TOCs já consegui me livrar de um já faz anos, mas o outro ainda pesiste... mas ainda assim fico me perguntando: mas será que essas mínimas coisas ditas como TOC (sei que há casos bem piores) foram suficientes pra gerar esses pensamentos intrusivos? e se eu não estiver realmente louca? e se não for loucura, mas algo que eu realmente sinta em relaçao ao outro? mas na realidade sei que isso não é normal, sei que não é algo que eu queria estar tendo e que não corresponde ao meu lado racional. Como falei, 5 meses assim e parecem 5 anos. É torturante. Fico pensando se conseguirei me livrar disso algum dia...

    ResponderExcluir
  28. Ola a todos.passei pelo mesmo problema a 7 anos.resumindo tinha 22 anos e acordei com a idria que poderia ter sida, isolei-me durante 2 semanas no meu pensamento acelarado até virem as ideias de suicidio.ganhei força e falei com meu pai fomos fazer o teste e como já era previsivel deu negativo.passado 2 anos comecei a pensar que podia ficar maluco e fazer mal aos que amo, e dai formou-se uma bola de neve de pensamentos e surgiu mais uma depressao, e ganhei pequenas fobias sociais.podia contar muito mais mas vou passar à parte que importa que é a minha pequena ajuda de como lidar com a nossa doença .o mais importante na minha ideia claro, sempre que surgir um pensamento indesejado devemos falar dele com quem nos é mais proximo e nos compreende, por mais irrealista, malefico etc.... que o pensamento pareça. Isso vai ajudar a que a nossa mente desacelere por breves momentos.comecei a ler meditação e livros de auto ajuda, agrramo-nos ao que podêmos��.provavelmente viveremos com isto para o resto da vida há que saber lidar. Mark Twain disse " já tive muitos problemas na vida, felizmente maior parte deles nunca aconteceram" penso k esta frase resume bem o nosso problema!!! �� Fábio (portugal)

    ResponderExcluir
  29. Oi Nana, sou a Carol, tenho 17 anos! Bom tudo começou recentemente, estou com crise de ansiedade há um mês, e já estou super bem, às vezes tenho uma recaída. Tudo veio de um pensamento...estava deitada na minha cama e pensei "imagina Jesus transando?", na hora pensei "credo, nada a ver". E depois disso só pirou. Vinham mais e mais pensamentos absurdos, juro horríveis, até comigo e Jesus. Me sentia impura, culpada, pecadora, hipócrita. Chorava muito. Tinha um medo gigante. Parece que sua cabeça quer que você acredite que esses pensamentos são seus, que você quer isso. E vendo esse seu post, eu entendi mais sobre as crises de ansiedade e deu a entender mais. Percebi que o meu medo de pensar besteira, me faz pensar mais besteira. E quando percebi isso, não estou pensando mais besteiras. Agora lembro dos pensamentos mais pesados que tive, mas não aceito pensar eles, e é por isso que não estou 100% acho. É que é difícil perceber que são apenas pensamentos e não realidade. E que pensar não é pecado. Tenho medo de esquecer e achar que esses pensamentos são normais. Me dê uns conselhos?

    ResponderExcluir
  30. Oi Nana, sou a Carol, tenho 17 anos! Bom tudo começou recentemente, estou com crise de ansiedade há um mês, e já estou super bem, às vezes tenho uma recaída. Tudo veio de um pensamento...estava deitada na minha cama e pensei "imagina Jesus transando?", na hora pensei "credo, nada a ver". E depois disso só pirou. Vinham mais e mais pensamentos absurdos, juro horríveis, até comigo e Jesus. Me sentia impura, culpada, pecadora, hipócrita. Chorava muito. Tinha um medo gigante. Parece que sua cabeça quer que você acredite que esses pensamentos são seus, que você quer isso. E vendo esse seu post, eu entendi mais sobre as crises de ansiedade e deu a entender mais. Percebi que o meu medo de pensar besteira, me faz pensar mais besteira. E quando percebi isso, não estou pensando mais besteiras. Agora lembro dos pensamentos mais pesados que tive, mas não aceito pensar eles, e é por isso que não estou 100% acho. É que é difícil perceber que são apenas pensamentos e não realidade. E que pensar não é pecado. Tenho medo de esquecer e achar que esses pensamentos são normais. Me dê uns conselhos?

    ResponderExcluir
  31. É assim mesmo pessoal.Eu também tenho passado pelos mesmos problemas de vocês.Só Deus na nossa causa!!

    ResponderExcluir
  32. Excelente matéria e mais ainda os comentários.
    Tive meu primeiro episódio de transtorno de ansiedade ha uns 2 anos atras. Lembro-me que foi horrivel. Nao me sentia seguro dos meus atos. Achava que em algum momento poderia perder o cobtrole e fazer com que aqueles pensamentos ruins e tragicos se tornassem de fato reais. As vezes me via na cena do crime. Pior que sempre envolvia pessoas que eu amava, como esposa, pai, mae, irma, sobrinhos e etc. De fato é horrivel.
    Comecei uma busca incessante para combater aquilo e me desgastava bastante. Comecei a desviar o pensamento da seguinte forma: antes fazer mal a mim mesmo do quem alguem que amo. Foi entao que apareciam pensamentos suicidas.
    Numa noite pulei da cama aflito pois apareceu uma "voz" e me disse: vai la e pula da janela. Senti um medo horrivel de nao conseguir me segurar e de fato cometer tal ato.
    Comecei entao tratamento com psiquiatra e psicologa.
    Com o passar do tempo fui melhorando e os sintomas sumindo. As vezes me acometia dos pensamentos aparecerem mas nao era mais paralisantes.
    Apos um certo periodo, larguei a terapia, nao ia mais na psiquiatra e parei de tomar o remedio por quase 3 meses. Eis que fatos de grande ansiedade voltaram a aparecer em minha vida tais como morte de ente querido, nascimento de filho, perda do emprego que fizeram com que eu tivesse uma recaida forte. Ja faz 1 semana que tudo isso voltou e estou sofrendo novamente.
    Agora minha preocupacao e medo passou a ser: sera que to ficando louco? Será que vou desenvolver esquizofrenia, por causa desse pensamento em forma de "voz" de comandos?
    Achei que nunca mais fosse sentir isso na vida. Agora tenho que recomecar tudo denovo, que de uma certa forma tambem cansa.
    Sou religioso e sempre recorri a igreja, mas me vejo com menos fé.
    Voltei a tomar o remedio que a psiquiatra recomendou porem em dose duplicada.
    Espero que eu melhore em breve novamente e possa voltar a ter uma qualidade de vida boa.
    Obrigado.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá. Boa tarde. Será que posso conversar com você? Gostaria de compartilhar meus pensamentos com você pois me identifiquei bastante com seu depoimento.

      Excluir
  33. Oi dona do blog , meu nome é joão tenho apenas 14 anos e sofro muito com isso internamente , eu realmente me sinto muito mal quando vem esses pensamentos e tipo eu não penso nem desejo nada de ruim , e como se algum pensamento visse e contrariasse o que eu penso , tipo penso numa coisa boa ai meio que vem uma coisa contrariando aquilo que pensei , e me sinto muito triste pq não sei o que fazer , eu não me sinto mais um garoto normal com isso , so queria minha vida normal de volta poder pensar tudo que eu realmente quero e me sentir livre de novo , poder rir com as pessoas que amo minha familia , amigos e a garota que amo , tudo o que eu queria era isso , por favor me responda e pelo menos tente me ajudar e confortar , não aguento mais esse medo de coisas ruins acontecerem !!!

    ResponderExcluir
  34. Luciana, é exatamente isso que eu sinto, quase fiquei em depressão por sentir nojo de mim por esses pensamentos, mas sei que o melhor é levantar a cabeça e tentar controlar isso.

    ResponderExcluir
  35. Pensamento Obessessivo! É isto.. Obrigado

    ResponderExcluir
  36. Foi muito importante pra mim encontrar este post. Há 1 ano tenho sentido exatamente tudo que vocês sentem. Estes pensamentos surgem no momento mais impróprio. E logo surge a taquicardia, náuseas Pq o que vem em minha mente faz com que me sinta uma pessoa má. De uns meses pra cá venho lendo muito, comecei a ler sobre a Atenção Plena e vi que o nosso lobo frontal é o o que comanda nossas idéias, comecei a praticar como seu eu estivesse ativando meu lobo frontal e me ajudou em alguns momentos. Percebo que quando estou mais agitada eles tendem a voltar e fico nessa luta diária. Queria muito voltar a ser a pessoa sorridente, alto astral, brincalhona que sempre fui. Tenho fé em Deus que este dia chegará e desejo que Deus esteja com vocês ouvindo seus pedidos de cura e que sejam plenamente felizes! Beijos em todos

    ResponderExcluir
  37. Fui molestada sexualmente dos 8 anos mais ou menos até os 12,quando engravidei,os molestadores eram meus próprios irmãos, não contava por vergonha e medo,então quando descoberto os acontecimentos, fui desprezada, hostilizada e me acusaram porque eu não contei,então hoje tenho 44 anos e carrego vários problemas psicológicos, entre eles a mania de contar em detalhes tudo que me acontece,principalmente coisas ruim,tenho a impressão muito forte que se eu não contar,vai acontecer coisas ainda pior.

    ResponderExcluir
  38. deixe os pensamentos rolarem não tente esquecer pois quanto mais tenta esquecer dai que eles voltam ,quando parei de tentar esquecer e toda vez que eles vinham e eu ja sabia que era minha mente denovo tentando me perturbar ,hoje estou melhor e vivo bem quando vem algum pensamento deixo ele rola pois sei que não passa disso de um pensamento que só existe em nossa mente .

    ResponderExcluir
  39. Olá Nana! Muito obrigada por esclarecer tantas coisas. Sinto-me mais fortalecida em saber que não é apenas "eu" quem sofro com esses pensamentos obsessivos. Não imagina o quanto me auxiliou com suas palavras. Qualquer coisa, caso também encontre algo interessante, ou tenha algum depoimento que ajude, é possível postar aqui neste seu blog? Obrigada novamente e fica com Deus. Abraços!

    ResponderExcluir
  40. Parabéns texto esclarecedor para quem sofre com esse problema

    ResponderExcluir
  41. obrigada obrigada obrigada me ajudou muito! não es a unica q sofre com isso! td passa! beijos!!

    ResponderExcluir
  42. Este comentário foi removido por um administrador do blog.

    ResponderExcluir
  43. Muito obrigada. Me ajudou muito, agora sei o que anda acontecendo comigo.

    ResponderExcluir
  44. Parabéns, pelo blog. Muito ùtil àqueles que estão passando por momentos ansiosos!!!

    ResponderExcluir
  45. Você é uma pessoa iluminada! Me ajudou bastante 😍😘😍😘

    ResponderExcluir
  46. DEUS TODO PODEROSO GUIA NOSSO CAMINHO PERDOE OS NOSSOS PECADOS TENHA COMPAIXÃO DE NÓS E TOMA O CONTROLE DE NOSSOS PENSAMENTOS AMÉM

    ResponderExcluir
  47. Ola gostei muito do seu texto os pensamentos que eu tenho são de entrar em contato com assassino de aluguel e matar minha mãe mas quanto mais não quero ter esses pensamentos mais eu tenho este texto me ajudou muito a descobrir o meu problema muito obrigada

    ResponderExcluir
  48. Muito obrigado pelas palavras, ñ tem nem ideia do qto me ajudaram, está sendo mto difícil conviver com tais pensamentos, suas palavras me geraram um certo conforto. Só uma coisa, vc conseguiu superar esses pensamentos? Pelo menos diminuí-los? Pq pra mim está complicado, eles estão em minha cabeça quase que todo o tempo. Que Deus abençoe vc, espero que ñ tenha parado de escrever.

    ResponderExcluir
  49. Boa Noite, meus pensamentos estão associados a tudo isso que vc falou, medo,Idéias de algo de ruim ou catastrófico poderá ocorrer a alguém da família ou a pessoa próxima (acidente, assalto, sequestro, morte, etc)

    ResponderExcluir
  50. Tenho passado por uma fase horrivel na minha vida! Esses pensamentos estão me atormentando todos os dias. Pensamentos negativos que são contra a minha vontade tomam conta da minha mente. Só quem passa por isso sabe o quanto é ruim, espero que todos nós consigamos sair dessa.

    ResponderExcluir